• Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • LinkedIn
  • Myspace
  • Gmail
Eudes e Candinho, a dupla surgiu na década de 80, através dos festivais, especificamente o Festival da Canção, do Araguaia. O cantor Eudes nasceu em Aragarças, no estado de Goiás, e o cantor Candinho nasceu em Barra do Garças, no estado de Mato Grosso. 

Além de cantar, a dupla também compõe, com a inspiração das belezas do Vale do Araguaia. “É uma natureza bonita que temos aqui na região, e isso passa uma energia boa para compor”, conta Eudes. A dupla têm um vinil, três CD’s e um DVD gravado. Eudes e Candinho pretendem gravar mais um CD e, seguidamente, outro DVD.

ARBUÉS (Divino). Cantor, compositor, instrumentista, escritor, produtor cultural e empresário (Barra do Garças-MT). Divino Arbués é grande escritor, mas tornou-se nacionalmente conhecido com as músicas que foram consagradas em seus três primeiros discos, como Quarto Crescente (que virou o nome de uma das mais freqüentadas praias do Araguaia), Cor da Noite, Natureza, Afluente/Encontro das Águas (gravação que teve a participação especial de Almir Sáter, Alzira Espíndola, Papete e Zé Gomes). Sua carreira artística nasceu dos Festivais do Centro-Oeste e chegou ao Pixingão, no Rio de Janeiro como o melhor show regional apresentado no Projeto Pixinguinha, em Mato Grosso, com o Grupo Araguaia.

Depois disso, apresentou-se no Empório Brasileiro (Rolando Boldrin, TV Band), Teatro da USP e Teatro Sesc Pompéia em SP, em shows pelo interior brasileiro, em Brasília (Sala Funarte e UNB), Goiânia (Teatro Goiânia e Faculdades), em Cuiabá (Casa da Cultura e Teatro), Festivais de Inverno de Chapada do Guimarães e Araguaia, em São Paulo (selecionado pelo projeto Talentus), etc.

Apesar da popularidade alcançada pelas suas músicas nas capitais do Centro-Oeste, Divino Arbués esteve por algum tempo afastado das gravações, só voltando aos estúdios em 1998 para a gravação do CD Romance de Rio e Serra, cujo repertório homenageia as figuras típicas pioneiras da região como o garimpeiro, o pescador, além dos gêneros musicais trazidos por eles, como a catira, o baião, a valsa, a folia e a guarânia. Em 2001, o cantor lançou seu 5 º. disco e 2 º. CD, de nome Cantos do Vale, em cujo repertório ele explora um outro lado de sua música, por que não dizer, mais pop, sem, no entanto, deixar de lado as letras bem elaboradas.

Temas como Abdução, Beijo Brasileiro, Quintais, Gerânios, Aracor e Estrada do Mar, trazem uma roupagem alegre do xote, reggae, do latino, além das incursões pelo ritmo polcado em Noite em Cuiabá e Bem se vê. A regravação dos hits Quarto Crescente  e Mentira Morena completaram o CD. Em 2019, vê-mo-lo como atuante artista, buscando difundir a sua e a arte produzida em Barra do Garças e, também, tanto rio acima, quanto rio abaixo.

  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • LinkedIn
  • Myspace
  • Gmail

MAPA DAS MESAS

  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • LinkedIn
  • Myspace
  • Gmail

INGRESSO: R$80,00 mesa (4 pessoas)

Incluido:
4 Chopp:  Pilsen (2 tipos), Pilsen Puro Malte, Puro Malte e Chopp Escuro (excepto Chopp Vinho e IPA)
Porção: 500gr de Torresmo da Panceta

  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • LinkedIn
  • Myspace
  • Gmail

5 + 4 =

FOTOS DO EVENTO

  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • LinkedIn
  • Myspace
  • Gmail
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • LinkedIn
  • Myspace
  • Gmail
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • LinkedIn
  • Myspace
  • Gmail
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • LinkedIn
  • Myspace
  • Gmail
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • LinkedIn
  • Myspace
  • Gmail
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • LinkedIn
  • Myspace
  • Gmail

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe

Compartilhe este post com seus amigos!

%d blogueiros gostam disto: